Capitu – 1×02

Publicado: 18 de dezembro de 2008 em Capitu
Tags:, , , , ,

Exibida em 10.12.2008 na Globo

Nesse segundo episódio a narrativa flui de forma mais amena. Quem se incomodou com os exageros de representação ou as pitadas do moderno invalidando a cena, agora já se acostuma com tudo. Pode-se dizer que essa adaptação de Dom Casmurro gera afeição de imediato ou repulsa. E o louvável é justamente não fazer concessões banais ao expectador comum.

Podemos afirmar que essa narrativa transgressora do feijão-com-arroz televisivo tem um toque de olhos de ressaca que nos afunda num mar belo e irresistível. A sedução é tamanha que se deixa levar mesmo por passagens que não se compreenda num primeiro momento. Assim como Capitu, a mulher, essa micro-série não é coisa de uma só vista, é preciso rever e rever, a cada vez que se queira entendê-la um pouco mais.

Justamente Capitu, que não protagoniza a própria obra que lhe diz respeito, é que mais se destaca nesse episódio. Todas as marcas registradas referentes aos seus olhos se apresentam, da definição de olhos de cigana oblíqua e dissimulada de Pádua até os olhos de ressaca do próprio Bentinho. Contudo, é na ação dominante e nas palavras de sedução que Capitolina domina o ainda imaturo amor de sua vida.

Outro ponto importante do episódio é a oposição entre não conseguir escapar de uma promessa feita por sua mãe, de entrar num seminário e tornar-se padre, e sentir a ebolição do desejo do sexual quando se descobre que não é mais um menino e sim um homem.

A cena do penteado merece destaque. E aqui peço desculpa ao leitor dessas simples críticas televisivas nesse blog para reservar meu instante de reminiscências. Meu primeiro contato com algo de Machado de Assis foi no equivalente ao que hoje se chama de ensino fundamental. Era uma aula de língua portuguesa e lá no livro-aula havia um capítulo de interpretação de texto, que era o mesmo capítulo em questão: XXXIII – O Penteado. Ao lê-lo minha alma sentiu que foi ateada por fogo. Imediatamente me apaixonei por Capitu e pela literatura.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Euclydes Marinho & Daniel Piza, Luís Alberto de Abreu e Edna Palatnik

Direção: Luiz Fernando Carvalho


<– Episódio Anterior | Episódio Seguinte –>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s