Star Wars: The Clone Wars – 1×04 – Destroy Malevolence

Publicado: 18 de dezembro de 2008 em The Clone Wars
Tags:, , , , ,

Exibido em 17.10.2008 no Cartoon Network

Essa última parte desse arco em três partes também começa do ponto onde parou no anterior. Essa continuidade é geralmente bem atraente porque não se provoca algum salto no tempo afim de colocar a história numa trama diferente e ser obrigado a uma nova contextualização.

Ocorre que justo agora seria interessante ter dado alguma passagem de tempo crível, pois o mote desse episódio, a aparição repentina da Senadora Amidala, soa mais do que forçado. Nos dois episódios anteriores a vitória da nave Malevolence era certa e o conde Dooku nunca teria um plano B.

Ok, é um programa de apenas vinte e poucos minutos e não dá tempo de desenvolver tudo de maneira mais plausível mas bem que se poderia tentar. Em todo caso, esse plano B do vilão ficou em contraste com a clássica piada da saga Star Wars em se ter um plano A ou um plano B quando se vai salvar a mocinha. Lembram? Han Solo e a princesa Leia começaram a se enamorar dessa maneira.

Tirando a forçada da situação, a idéia de uma refém “convidada” é muito boa e coloca a conclusão desse arco de história num bom nível.

Um destaque nesse episódio é a volta das gags entre R2-D2 e C-3PO , em vários momentos, sem deixar de lado as piadinhas rápidas com os droids separatistas.

No geral, esse episódio é o que mais se assemelha com os longas-metragens. Star Wars sempre teve essas seqüências de resgate como as mais eletrizantes e que sempre envolvem o expectador.

Mestre Plo acabou ficando como enfeite das duas partes finais apesar de ter tido na parte inicial uma grande participação. Já o General Grievous teve uma linha mais consistente nos três episódios e encerrou sua estréia com uma bela “desligada na cara” de Dooku. Ah, e que fique registrado, ele teve, com Obi-Wan, o primeiro embate direto com um Jedi e usando apenas dois sabres.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Tim Burns

Direção: Brian Kalin O’Connell e Dave Filoni

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s