24 Horas – 7×02 – Day 7: 9:00 AM – 10:00 AM

Publicado: 15 de janeiro de 2009 em 24 Horas
Tags:, , , , , , ,

Exibido em 11.01.2009 na Fox

Essa segunda hora tem tudo o que a primeira ficou devendo. E se não fosse por absoluta falta de espaço para um desenvolvimento maior de alguns detalhes, poderia muito bem ocupar o lugar da hora anterior.

É certo que os roteiristas preferiram criam um clima crescente a jogar tudo de uma vez só, mas, não custa repetir, só o fizeram porque o episódio é duplo. Também podemos levar em conta que numa série onde os acontecimentos ocorrem em tempo real isso ajuda muito na credibilidade.

O que mais frustrou no episódio anterior foi a ausência do perigo eminente do terrorismo após algum ataque em massa. A tragédia em si só foi pensada em n hipóteses, que se anularam em emoções para o expectador. Agora, acabou que não houve algo trágico em cena, mas não faltaram arrepios com a quase colisão das aeronaves.

Não dá para deixar de lado que Tony ainda não se configurou como um vilão. Ele não fez algo grave contra Michael Latham, o analista de sistemas, sequer usou a filha como manipulação. Ainda nessa linha dúbia, tentou obter informações mais precisas de um suposto superior sobre o que realmente estão planejando. Atirar em Jack, durante a fuga, nem pensar. Tony parece ser um infiltrado.

Renee Walker, por outro lado, tem tudo para descer a ladeira se continuar do lado de Jack. Ela aos poucos está entrando na onda dos métodos do ex-agente da UCT. O primeiro passo incontestável é mentir para o chefe, Larry Moss, e agir por conta própria. Sabe-se lá até onde irá.

Enquanto isso, na Casa Branca as coisas ainda andam devagar para a Presidente Taylor, ficando apenas preocupada com o incidente dos aviões e fazendo um acordo sobre o futuro de Sangala, o país africano que está para invadir. Ela não teve importância nenhuma para a história nesse episódio Algo raro para as tramas dos presidentes nas temporadas anteriores.

Valeu muito mais o primeiro cavalheiro iniciando em pessoa a investigação sobre a morte de seu filho. Na conversa com sua ex-nora, Samantha Roth, que apareceu em Redemption, fica evidente que ela está comprometida com algo.

A maior das surpresas surge na conexão entre o Jack e a Casa Branca, que é um dos pontos básicos da série, desde seu inicio, e que ficou devendo na estreia. Dubaku, um dos vilões de Redemption, está vivo e é o responsável pela invasão no firewall. Parece que ele não irá deixar que a Presidente Taylor invada seu país numa boa.

Nota desse episódio: ****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Joel Surnow & Robert Cochran

Direção: Jon Cassar

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s