Star Wars: The Clone Wars – 1×14 – Defenders of Peace

Publicado: 25 de janeiro de 2009 em The Clone Wars
Tags:, , , , , , ,

Exibido em 23.01.2009 no Cartoon Network

Esta direta continuação do episódio anterior traz um pouco mais da discussão sobre a guerra. Numa série que até então tratava o conflito simplesmente como o bem contra o mal alguns questionamentos que aparecem aqui a tornam muita mais madura do que poderíamos supor para um produto focado no público infanto-juvenil.

No remoto planeta Maridun os Jedis continuam isolados e não bem recebidos pelos Lurmens, ao menos pelo seu líder Tee Watt Kaa, que, convicto nas tradições de sua espécie, toda e qualquer atitude em prol da violência é um erro.

Anakin ainda se recupera dos ferimentos mas é obrigado a sair da colônia logo que uma nave separatista é vista pousando. Tee Watt Kaa teme que a simples presença dos Jedis seja maléfica para seu povo. O que é verdade, pois, os Separatistas costumam ser implacáveis com quem dá apoio às forças da República.

Por ironia, o que trouxe a nave Separatista ao planeta, sob o comando do General Lok Durd (George Takei), não foram os nômades nem os Jedis. O Separatista havia escolhido o planeta por ser inabitado e ideal para testar um novo armamento, capaz de destruir as formas biológicas e deixar intacto os mecanismos droids. Essa coincidência é uma artimanha de roteiro que se mostra funcional ao tema discutido, tornando os eventos muito coesos.

O teste com a vegetação nativa é excelente e o conde Dooku fica interessado em melhores resultados. Lok Durd então ruma para a colônia a fim de testar a aniquilação nos Lurmens.

Novamente a questão do pacifismo. Tee Watt Kaa prega que é preferível morrer a matar alguma espécie. É então que Anakin se enche vigor para defender os colonos, pois, aceita que eles tem o direito a não tomarem partido na guerra mas não pode ser omisso a ponto de deixar que inocentes morram.

Nesse ponto o episódio deixa os questionamentos de lado e parte para a tradicional ação. Numa primeira sequência, Anakin, Ahsoka, Aayla e mais dois clones, realizam uma ataque furtivo à nave Separatista, que em poucas horas teve erguida uma fortificação em volta. Num silêncio quebrado apenas pelo deslocamento dos sabres-de-luz eles vão abatendo cada um dos drois que fazem sentinela. É a primeira vez que algo do gênero acontece e torna-se mais eletrizantes que a rotineira ação desenfreada com tiros para todos os lados.

Claro que num outro momento, na defesa da colônia, a batalha formal é estabelecida, com a artilharia pesada e super droids que acabam sendo derrotados mais facilmente ainda. Até os mais jovens Lurmens, sob o comando Wag Too, desafiam o velho líder e também lutam contra os drois. O fato é que aquele povo pacifista agora está dentro da guerra.

Nota desse episódio: ****

Expectativa para o próximo: *****

Roteiro: Bill Canterbury

Direção: Steward Lee

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s