True Blood – 1×03 – Mine

Publicado: 3 de fevereiro de 2009 em True Blood
Tags:, , , , ,

Exibido em 21.09.2008 na HBO

Depois daquele final meio Buffy do episódio anterior poderíamos pensar que a série poderia se perder em cenas de emboscadas, seguidas de extermínio de vampiros e aquele cheiro de sessão matinê no ar.

Como aqui é uma série séria a resolução da cena é feita na mais pura ironia. Sookie tira até um sarro com os três vampiros que tentam intimidá-la, pois ela logo avisa que ela não pode ser induzida a nada, com ela o truque não funciona.

Na verdade ela só não vira um delicioso aperitivo da trinca vampiresca, formada por Diane, Malcom e Liam, porque Bill deixa claro que ela é dele, portanto, é o único, segundo a tradição, que pode apreciá-la da maneira que quiser.

Findo esse momento de tensão o episódio apresenta mais uma boa dose de mitologia. Além da posse indiscutível quando declarada, de uma hierarquia entre os vampiros, onde o mais velhos sempre deve ser respeitado, e de que alguns vampiros vivem em ninhos, há a descoberta que uma doença afeta os vampiros, a hepatite D.

Graças a sua habilidade, Sookie lê o pensamento do escravo de Malcom, Jerry, e fica sabendo que este possui a doença. Bem a tempo de salvar Bill, que estava para sugar um pouco do sangue infectado.

Os três vampiros retornam ao ninho para dar um fim em Jerry e numa outra escrava, Janella, que era de Liam. Eles são assim malvados quando vivem em grupos, em ninhos, longe da atitude dos vampiros solitários que buscam algo da humanidade perdida.

O episódio apresenta muito mais coisas interessantes. Tara ganha mais sentido com seu drama pessoal que com seu lado cômico, utilizado anteriormente. A sua ânsia por transar, claro, cai para esse lado, mas, dentro de um contexto bem construído, como o foi, se juntando ao mesmo problema de Sam Merlotte (Sam Trammell), se torna muito útil à trama. Bom, e eles acabam transando. Além disso, há a sua relação com a mãe, que agora é vista atacando a filha com uma garrafada, o que se torna um pretexto definitivo de abandono, para ambas.

Finalmente Lafayette ganha um sentido para a série. Ele é um traficante de drogas ilícitas e se prostitui com políticos. A questão das drogas é mais interessante, pois ele comercializa a V-Juice, negócio extremamente perigoso se descoberto pelos vampiros. Será que o fornecedor dele era o falecido casal Rattray, que drenaram o sangue de Bill?

Jason se interessa por uma dose de V-Juice após broxar com Dawn. O motivo é que ele se viu transando com o vampiro que matou Maudette, que agora sabemos que é o Liam. Sem grana para pagar a droga ele se sujeita a fazer um vídeo para Lafayette vender pela internet. Mas ele não poderá testar o efeito, muito mais poderoso que um mero Viagra, pois Sookie encontra Dawn morta.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Allan Ball

Direção: John Dahl

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s