True Blood – 1×05 – Sparks Fly Out

Publicado: 26 de fevereiro de 2009 em True Blood
Tags:, , , , , , , ,

Exibido em 05.10.2008 na HBO

Um episódio de corpo e alma de vampiro. Não basta à um vampiro viver eternamente sem envelhecer. É preciso que ele tenha alguma saudade da vida humana que possuía. Por isso, vale muito saber das origens de Bill Compton, o vampiro boa praça que se submete à apreciação de uma comunidade que já pertenceu quando ainda era um vivo.

Até agora, Bill não havia recebido tanto destaque na série. Ele sempre apareceu em segundo plano em relação à protagonista Sookie, mesmo numa série sobre sanguessugas noturnas. O que era aceitável numa trama que apresenta um ser mais estranho (a telepata) que um simples vampiro clássico.

E é em se tratando de tradições deixadas de lado que o episódio já apresenta boas novidades, como Bill não temer uma imensa cruz, alho ou sequer desaparecer na imagem de uma fotografia. E, por outro lado, mostrar-se emocionado e chorar; com uma gota de sangue, já que não possui nenhum outro fluído no corpo além desse.

Bill chora ao rever um antigo retrato (de sua família, com sua esposa, filhos e ele), oferecido pelo prefeito Norris, após seu relato em como entrou para um regimento do exército Confederado na Guerra Civil americana em 1862. É ótima essa sequência onde divaga sobre o valor da vida e da morte, quando então soldado humano, em contraste com sua posição atual de novamente ser um ceifador de vidas.

Mesmo antes de a reunião começar Bill já sente a preocupação de todos. Não que possa ler mentes como Sookie, mas sua apurada audição lhe permite entrar com maior segurança e se mostrar um competente orador. Coisa que a sua longa idade deve ter contribuído.

Quando a guerra terminou é que surgiu a ironia do destino. Bill andou por quilômetros, em direção ao seu lar em Bom Temps. Encontrou refúgio e comida numa isolada casa de uma viúva, Lorena. Ela, que fôra, muitas vezes, violentada por soldados renegados, se ofereceu por gosto e de imediato foi recusada. O jovem tenente só pensava em retornar a esposa, sem querer macular seu amor. Tudo estaria bem se ela não fosse uma vampira e que o transformou numa igual criatura, quando lhe disse que a única chance de sobrevivência era bebendo o V-Juice.

O precioso sangue dos vampiros também volta à cena com Jason. Mesmo ainda traumatizado com a overdose não resiste em provar de maneira correta quando Lafayette lhe ensina de forma didática e demonstrativa. Chapadão ele passa o episódio inteiro numa grande trip de sensações.

Após saber que Tara o ama desde pequena, parte para um flerte. Ela lhe promete uma chance quando estiver limpo. Mas, estúpido como ele só, poucos minutos, depois já transa com uma divorciada que estava à caça no Merlotte’s.

Lafayette também tem uma boa cena relacionada ao sangue, no caso o humano. Alguns clientes arruaceiros, e que já haviam feito a brincadeira do alho no Encontro dos Descendentes dos Soldados Confederados, recusam um lanche alegando que o cozinheiro está com AIDS por ser gay.

Sobre os assassinatos em série Andy e Bud fazem uma visita a Bill. O vampiro logo deixa o óbvio estampado aos policiais: se as mortes tivessem ocorrido por conta de algum vampiro as mulheres vítimas teriam todo o sangue de seus corpos drenados com um bom aperitivo.

Sookie não continua as suas investigações. Na verdade, aquela ideia perigosa serviu para abalar seu relacionamento com Bill e então eles terminam o namoro. Por sua vez, Sam não perde tempo e sai com a empregada. Tudo até corre bem, mas eles se estranham também.

Para fechar o episódio competentíssimo, mais uma morte surpresa. Dessa vez é Adele, que jaz morta no chão, e, diferentemente das demais, numa grande poça de sangue.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Alexander Woo

Direção: Daniel Minahan

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s