24 Horas – 7×12 – Day 7: 7:00 PM – 8:00 PM

Publicado: 5 de março de 2009 em 24 Horas
Tags:, , , , , ,

Exibido em 02.03.2009 na Fox

Doze horas de aventura e ação. É impossível sentir cansaço nessa jornada de 24 Horas. Não nessa temporada. O ataque do General Juma é o mais ousado dos planos B de todos os vilões que já passaram por essa série.

Se antes ele usava de um fiel braço direito para realizar atentados em solo americano, agora, pessoalmente ele lidera uma invasão à Casa Branca. E longe de ser uma missão exagerada, ela é estudada e tratada com cautela mesmo quando se foge ao controle.

De uma coisa é certa, o Serviço Secreto não é páreo para uma tropa de elite de qualquer exército. Porque, basicamente, os agentes ficam prostrados rente às portas dos escritórios, prontos para serem alvejados.

Isso nos faz notar uma inconsistência. Na hora anterior alguns soldados do exército americano foram atrás de Jack, no entanto, em toda a invasão não se viu nenhum pelos corredores da Casa Branca e nem depois que a situação estava confirmada.

A primeira cartada competente de Juma é passar a fazer reféns no momento que percebe que a presidente já se dirige para o confinamento. E depois, quando Taylor já está trancada com Jack, ele novamente age rápido e blefa ao Serviço Secreto que está em poder da presidente, fazendo os agentes recuarem para o lado de fora do prédio.

Quem ainda se aproxima da Casa Branca é o FBI, que auxilia Renee. A agente consegue fugir durante um bom tempo de Laurent mas acaba sendo capturada e depois salva por Larry. Obviamente no instante exato que Bill ainda conseguisse proteger Taylor e mandá-la junto com Jack para o quarto de pânico, enquanto ele mesmo passa a correr com o localizador de posicionamento da presidente.

Minutos depois o FBI já está ao redor do prédio já preparando uma invasão. E nada de exército por perto. Lembrando que quando Taylor foi visitar o primeiro cavalheiro no hospital haviam alguns soldados por lá. Claro, o FBI ainda está no controle porque é a força maior no momento, tanto que pedem uma autorização ao vice-presidente para retomarem a posição perdida e negada. Motivo: politicagem.

Sem como poder abrir a porta do confinamento, depois que Jack dá um jeito de quebrar o mecanismo, Juma mantém o controle e contata Jonas Hodges para obter um auxílio. A contra-gosto, Hodges dá a dica que Olivia, a filha da presidente está no prédio.

Disso resulta a construção do melhor gancho de todos esses anos (dias) de 24 Horas. Juma ameaçar matar Olivia se Taylor se recusar a sair espontaneamente. Claro que ela sai, mesmo com Jack não concordando, e estranhamente não fazendo nada para demovê-la.

Cara a cara com Juma, Taylor recebe o aviso que tem que se preparar para sua última declaração antes de ser morta. A força desse final é que, aparentemente, não a nada para mudar esta situação extrema. FBI não pode entrar e Jack e companhia estão desarmados e rendidos. E agora? Jack tem um plano B? Tony, talvez? Veremos.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Evan Katz and Manny Coto & Brannon Braga

Direção: Brad Turner

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s