Dollhouse – 1×03 – Stage Fright

Publicado: 28 de abril de 2009 em Dollhouse
Tags:, , , , , , ,

Exibido em 27.02.2009 na Fox

A graça dessa série também é o ponto de maior dúvida se é de fato bom ou ruim. As missões de Echo sempre envolvem situações estranhas, em particular, no uso de suas personalidades implantadas.

Nesse episodio ela é uma backing vocal, com a missão de proteger uma cantora famosa. Não, ela não é ela é uma guarda-costa infiltrada na equipe, mas também o é. Confuso? A série é confusa.

Rayna Russell (Jaime Lee Kirchner) é a cantora mega estrela e insuportavelmente chata e que se acha a diva das divas. Após sofrer algumas ameaças e atentados ainda se recusa a ver seguranças ao redor. A solução de seu empresário, Biz (Jim Piddock), é se utilizar dos serviços da Dollhouse. Ok, vamos fazer vista grossa que qualquer pessoa (de grana) que precise da companhia saiba como contatá-la e o poderoso FBI ainda acredita que tudo não passe de uma lenda urbana. Biz ser amigo de DeWitt apenas dá uma disfarçada nisso.

Voltando a premissa confusa. Por Rayna, Echo já deveria estar ali ao lado dela sem se identificar como uma guarda-costa bem próxima. Acontece que Topher deixa isso mais bagunçado. Ele cria a personalidade de cantora iniciante, Jordan, amalgada a um parâmetro de proteção. Ou seja, instintivamente ela protegerá o alvo. Claro, uma birutice que só faz sentido na cabeça do cientista nerd. Desde quando o mais fraco dos agentes infiltrados não consegue disfarçar suas reais funções até a hora certa?

A coisa desanda quando colocam a Siera para auxiliar Echo. Em todo o episódio Sierra é apenas uma super fã que tem um passe livre pra ficar perto de seu ídolo. E lá pelas tantas descobrimos que foi idéia de Dominic de usar a segunda doll para atrair a atenção do maluco assassino, já que Audra (Sierra) estaria roubando o posto de fã número um.

O truque funciona mesmo, mas não somente como resolução para encontrar a pessoa que comete os atentados. Aliás, numa surpresa, o Fã (Graham Norris) estava o tempo todo de combinação com Rayna. Ela queria ser morta por ele, um ajudando o outro a realizar os desejos de morte. Quando Echo fica sabendo disso evita um disparo fatal mas também resulta que o Fã rapte Audra. E aí esta o verdadeiro motivo de Sierra, dramticamente falando, no episódio: Echo quer salvar agora é a amiga; mais uma vez uma personalidade dando pane no meio da missão. O engraçado é que ela usa Rayna como moeda de troca, pondo em risco quem ela deveria proteger.

No começo do episódio Echo e Sierra já haviam trocado umas palavras de amizade. E ao final Echo faz sinal para elas não o fazerem com tantos olhares sobre elas no spa. Isso será o indicativo que as duas não estão mais abobadas quando ficam sem os implantes? Será que finalmente a personagem principal da série começará a ter uma personalidade própria que interesse aos expectadores?

Boyd aparece pouco, quase um figurante na função de protetor, e só não fica invisível no episódio se não ficasse evidente que inicia com a doutora Saunders alguma afinidade. Topher fica com as gracinhas de sempre. E o Alpha é apenas citado de passagem num diálogo.

E na linha narrativa do agente Ballard algumas novidades. A verdadeira melhor surpresa da série até aqui: a doll que o vigia para que não se exceda nas investigações não é a vizinha Millie e sim o russo Anton Lubov (Enver Gjokaj), ou Victor, o codinome doll. Através de uma dica de Anton, Ballard vai atrás de uma possível localização da Dollhouse, mas só consegue ser atacado por outros russos (ligados aos Borodin de tráfico de escravas brancas) e vai parar, ferido com gravidade, no hospital.

Além da trama confusa, o que produz mais um episódio irregular são as questionáveis atuações de Eliza Dushku e Jaime Lee Kirchner sobre a fragilidade da criança que cresceu com o dom de cantar e não se realizou como ser humano para então enlouquecer.

Nota desse episódio: ***

Expectativa para o próximo episódio: ***

Roteiro: Maurissa Tancharoen & Jed Whedon

Direção: David Solomon

Audiência:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s