Breaking Bad – 1×01 – Pilot

Publicado: 18 de junho de 2010 em Breaking Bad
Tags:,

Exibido em 20.01.2008 na AMC

Situações limites são os melhores pontos de partida de qualquer história. A bem da verdade, se um protagonista não sai de uma zona de conforto e entra numa bela enrascada não há o que contar e muito menos como atrair a atenção de um espectador. Breaking Bad é essa essência dramática até no nome, que tanto significa sair fora de linha quanto piorar algo que já estava ruim.

O responsável pela série é Vince Gilligan, que aqui também escreve e dirige o piloto. Ele foi um dos produtores do sucesso X-files e também de seu spin-off The Lone Gunmen, que não vingou. Aqui a batida passa muito longe daqueles mistérios fantasiosos, pois é a vida crua e real de um homem que não tem mais nada a perder.

Walter White (Bryan Cranston) é um professor de química que é obrigado a fazer um bico num lava-rápido para cobrir o orçamento doméstico. Se já é óbvio que não teve grandes conquistas profissionais, com a comemoração de seus 50 anos, nada esconde que sua vida tem o aspecto de nada realizado. E o fato que o derruba de vez é o diagnóstico de um câncer. Ok, a premissa é simples e muito usada, mas a condução dessa história é que segura a estreia dessa série e a coloca como uma promessa de se tornar uma das melhores já feitas.

Estruturalmente esse piloto se parece muito com um longa-metragem, com um começo, vá lá, misterioso e a adoção de um flashback que vai explicando o motivo de se ver no prólogo do episódio um protagonista apenas de cueca, usando uma máscara de gás, dirigindo um trailer no deserto e pronto para enfrentar a polícia de arma em mãos.

Há quem possa reclamar que o ritmo da trama é bem lento, de fato é sim, principalmente pela pegada cinematográfica, bem distante de um encadeamento televisivo que já num primeiro break comercial colocaria as cartas na mesa sem maiores enrolações. Walter vira o jogo em torno dos trinta minutos do programa, coisa típica dos filmes de uma hora e meia ou duas horas. Nos vinte e poucos minutos seguintes tudo corre mais rápido rumo a explicação da intrigante sequência inicial.

É nessa parte final que as boas sacadas acontecem, inclusive com pequenos momentos eficazes sobre a relação do professor com sua esposa e filho, e dão também a sensação que o texto tende a ser esperto no decorrer da temporada.

Sem sombra de dúvida, tudo se esclarece e se encaixa nesse piloto. O que faz despertar a curiosidade de como essa situação pode se desenvolver. Literalmente não há nenhum gancho deixado ao final do episódio, aliás, ele tem um final bem feliz, como numa antes citada estrutura fílmica.

O fato é que Breaking Bad é tão bem feito que já atrai a audiência para a próxima semana, mesmo que ela não saiba o porque. O que nos faz retornar a zona de conforto que precisará ser rompida e colocará o, por enquanto, feliz Walter numa outra complicação, tudo por causa de sua ideia radical de usar seus conhecimentos para produzir uma droga ilegal e vendê-la.

Nota desse episódio: *****

Expectativa para o próximo episódio: *****

Roteiro: Vince Gilligan

Direção: Vince Gilligan

Audiência: 1,4 milhões

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s