Undercovers – 1×01 – Pilot

Publicado: 23 de setembro de 2010 em Undercovers
Tags:,

Exibido em 22.09.2010 na NBC

Talvez desde Hart to Hart (Casal 20) e Moonlight (A Gata e o Rato), não existia na tv um casal que ainda se ama envolto em aventuras. Claro, que o longa-metragem Mr & Mrs Smith vem numa comparação mais imediata por serem agentes secretos e sempre se cogitou uma adaptação para um produto seriado, mas, realmente, as comparações começam e param por aí.

Undercovers, se necessita passar por um crivo de comparações, deve ser feito em função do produtor J. J. Abrams, responsável por êxitos televisivos, como Alias ou Lost, e que provoca um nível elevado de exigência nos espectadores. E por isso, por ele, que a estreia fica devendo um pouco.

Johs Reims, que escreveu vários episódios de Felicity, também é um co-criador da série. Junto com Abrams se oferece uma comédia romântica leve com toques de ação e muito de bugigangas eletrônicas para dar suporte aos agentes Samantha (Gugu Mbatha-Raw) e Steven Bloom (Boris Kodjoe), que saem de uma aposentadoria opcional. O tom de comédia infelizmente não deixa de se apoiar no uso de mais um daqueles personagens exagerados que sempre baterá na mesma tecla. É um outro agente, de apoio às missões; por sorte ele não é um nerd clássico e tem uma diferenciação por ser um extremo puxa-saco do senhor Bloom. Tanto diverte quanto cansa, depende da piada da vez.

Ainda há mais dois personagens que contribuem para a graça da série, uma irmã de Samantha e o chefe do casal. A série, portanto, se resume a esse diminuto elenco, pois o personagem onde o episodio piloto gira, o antigo amigos do casal, não dá a entender que será fixo, embora até possa ser, assim como o vilão, caricato e descartado sem maiores complicações.

O episódio é totalmente fechado em si, não apresentando nenhum gancho dramático. E mesmo aquele telefonema do chefe do casal para alguém superior também é esquecido no decorrer do episódio. Quem quiser continuar assistir a série deverá fazê-lo apenas pelo interesse nas boas cenas de ação ou no clima romântico do senhor e senhora Bloom. Sinceramente, de início parece que não acontecerá uma química entre os atores, mas passados algumas cenas ela acaba surgindo, mesmo que não seja um item garantido de sucesso para o programa.

Bom, se os intérpretes não derem liga ainda restará o apelo erótico suave do belo corpo de Gugu Mbatha-Raw. Em Undercovers esse expediente é inclusive oficial, recebendo o nome de Sexpionagem. Podem esperar por mais daqui para frente.


Em resumo é uma estréia fácil de se esquecer após algumas horas. Um produto bem descartável, mas que costuma durar muito na grade das emissoras, por valorizar uma narrativa casual e de entendimento pleno. Para executivos isso pode ser considerado um sucesso, para os artistas envolvidos talvez não.

Nota desse episódio: ***

Expectativa para o próximo episódio: ***

Roteiro: J. J. Abrams & Josh Reims

Direção: J. J. Abrams

Audiência: 8,6 milhões

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s