Arquivo da categoria ‘90210’

90210 – 102 – Jet Set

Publicado: 26 de setembro de 2008 em 90210
Tags:,

Exibido em 02.09.2008 na CW

Uma semana depois, novas paixões. Para Annie surge um novo affair assim que ela leva um pé na bunda via telefone do seu namorado que ficou em Kansas, sua antiga cidade. Já Dixon tem no seu interesse por Lacrosse (aquele esporte) a chance de se afirmar entre seus amigos.

Para os expectadores não se passou uma semana, pois o segundo episódio foi exibido colocado ao primeiro. Uma boa tática para firmar os novos personagens de uma série antiga.

O truque funciona e o entrosamento do expectador com as novas caras se concretiza com rapidez. Por exemplo, já não se vê a hora da amalucada Tabitha (a avô) dar as caras com seus comentários ou suas lembranças.

No quesito dosagem do novo com o velho surge Brenda para visitar Kelly. É uma cena no The Pit onde todos os fãs antigos se sentem em casa. Nostalgia é uma paixão.

Talvez por ser feito para se familiarizar com as tramas o roteiro é meio fraco, patinando no âmbito geral. Quem sabe os produtores perceberam que o episódio em si ficou abaixo do tom do anterior e por isso decidiram exibir colado ao de estréia para não prejudicar na audiência, pois, esperar uma semana por um episódio e que resulta fraco pode ser fatal num começo de temporada.

Num episódio que teve como tema a responsabilidade dos atos, os produtores de 90210 precisam tomar cuidado com o desenvolvimento dessa série.

Nota desse episódio: ***
Expectativa para o próximo: ***

o

Anúncios

Exibido em 02.09.2008 na CW

Bom, eu assistia a Barrados no Baile no distante século passado, portanto, isso pesa a favor e contra esse remake. Aliás, não considerei exatamente uma releitura da antiga série. Tirando alguns itens, como irmãos numa nova cidade e escola, a falta de amigos para se sentir protegido e, claro, o CEP, tudo é diferente.

Logo nos primeiros segundos já se percebe que nem qualquer traço da Brenda e do Brandon será possível achar nos irmãos Annie e Dixon, porque passariam de gêmeos a irmãos por adoção.

E pra fechar a questão, algumas personagens da outra série estão presentes com as respectivas atrizes, ou seja, isso é um spin-off mesmo. Uma série derivada.

Dito tudo isso o episódio mostrou uma trama bem redonda e com vários elementos originais, como o pai dos Wilson ser o diretor da West Beverly Hills High School e de ter uma mãe bizarra, para dizer o mínimo. Somente esses dois elementos já provocam o cruzamento dos personagens teens.

Falando em teen aqui estamos com mais uma série para adolescentes da Warner. O tom pelo menos não é tão bobinho, pois temos até uma cena de fellacio em pleno dia, o que rende uma ótima situação engraçada.

Apesar da ousadia os problemas dos jovens acabam sendo iguais aos de quase 30 anos atrás ou de qualquer família, nisso não tem como fugir dos eternos clichês da mocinha querer conquistar ou reconquistar uma antiga paixão ou do mocinho almejar ser o macho dominante da turminha.

O roteiro do episódio não é fora do comum para a média do gênero. De positivo há a valorização dos personagens adultos, que aparentemente terão destaques ao longo da temporada.

A edição agitada nas entre cenas procurou atualizar o que era o padrão em Barrados no Baile, e dá-lhe músicas e mais músicas.

Enfim, como diria o Dixon ao final do episódio: definitivamente essa série não é um saco.

Nota desse episódio: ****
Expectativa para o próximo: ***

o