Posts com Tag ‘investigação’

The Mentalist Patrick Jane

Homem que finge ser vidente e que elucida investigações policiais? Lembra Psych, mas é muito melhor.

O tom em The Mentalist é o drama, fugindo da comédia da outra série, embora tenha uma boa dose de humor em vários momentos, aproveitando as características dos personagens secundários e criando graça nelas.

Saber aproveitar os tempos e as possibilidades é o grande achado do roteiro desse início de série. O texto é esperto e não cai numa vala comum das atrações que tem como tema as investigações criminais, no tradicional jogo de pergunta e resposta.

Patrick Jane é um personagem bem desenvolvido, cheio de sutilezas. Mesmo quando parece que nada é capaz de passar pela sua percepção fica evidente que há possibilidades dramáticas que podem fazê-lo errar. A relação com o expectador provavelmente será essa.

The Mentalist Red John

O vínculo de Patrick com Red John é algo a ser explorado tanto esporadicamente, no que podemos chamar de episódio da mitologia da série, quanto a cada episódio regular, no chamado monstro da semana.

É certo que os outros personagens darão uma bom contribuição a trama do protagonista, não ficando apenas como apoio dramático nas cenas. A chefe, claro, tende ao par romântico como sempre mas seria ótimo se ele se envolvesse justamente com Grace Van Pelt, a novata que já o alfinetou nesse episódio.

The Mentalist Videntes

A direção criou um competente clima de suspense muito maior que o do mistério em si, o que fica de ganho numa série de drama ou invés de uma série cômica.

Esse honesto vidente (que é desonesto quando precisa ser) tem um toque de Columbo, ele “cisma” com o culpado e o azucrina até arrancar uma confissão do sujeito.

Nota desse episódio: *****
Expectativa para o próximo episódio: *****

Ficha:

Roteiro: Bruno Heller
Direção: David Nutter

Exibido em 23.09.2008 na CBS
o

Anúncios

Fringe – 1×01 – Pilot

Publicado: 26 de setembro de 2008 em Fringe
Tags:, , ,

Exibido em 9.9.2008 na Fox

Fringe gerou muitas expectativas por ser mais uma cria de J. J. Abrams, ele, que depois de Lost, tornou-se um mago do entretenimento áudio-visual.

Para aumentar o interesse Fringe era tida como um novo Arquivo X, que era exatamente o equivalente ao sucesso de Lost de hoje em dia. Pitadas de Alias também foram prometidas. (mais…)